fbpx Território, Risco e Políticas Públicas | ULisboa

Território, Risco e Políticas Públicas

Território, Risco e Políticas Públicas

Ciclo de Estudos 
Doutoramento
Escola 
Instituto de Geografia e Ordenamento do Território
Campus 
Cidade Universitária
Em associação 
Com outras Instituições de Ensino Superior
Regime 
Diurno
Duração 
8
ECTS 
240
Idioma 
PT
Data de Acreditação A3ES 
19/07/2010
Prazo de Acreditação A3ES 
6 anos
N.º Registo DGES 
R/A-Cr 188/2010
Data do Registo DGES 
11/03/2010

1

     

O Doutoramento em Território, Risco e Políticas Públicas é um programa inter-universitário oferecido em conjunto pelo Instituto de Geografia e Ordenamento do Território (IGOT) e o Centro de Estudos Geográficos (CEG) da Universidade de Lisboa, pelo Centro de Estudos Sociais (CES) e o Instituto de Investigação Interdisciplinar (III) da Universidade de Coimbra, e pelo Departamento de Ambiente e Ordenamento da Universidade de Aveiro.
As Ciências do Risco, enquanto área disciplinar, têm adquirido nos últimos anos uma crescente visibilidade e institucionalização, sobretudo em organizações de âmbito internacional como a UNESCO e o Conselho da Europa.
O programa de Doutoramento foi pensado para um público com formação superior, mas diversificado, indo das ciências sociais às ciências naturais e exatas e às tecnologias, permitindo uma visão integrada e a quantificação da capacidade de resiliência e resistência das comunidades e indivíduos, baseada na consideração conjunta de diversas incertezas, e na seleção de variáveis relevantes para a avaliação e perceção do risco nas comunidades humanas.
O curso fornece uma formação científica sólida nas diferentes áreas atinentes à problemática do risco, tanto na vertente de modelação dos processos, na gestão territorial e na mobilização dos indivíduos e comunidades, assim como na articulação e implementação de políticas públicas. Procura-se a definição de fundamentos e de instrumentos de apoio à política de gestão dos riscos, compreendendo, para além das medidas estruturais e sistemas de emergência, medidas de redução da vulnerabilidade social, instrumentos normativos, tendo em conta o enquadramento jurídico e estratégico nacional, assim como as diretivas comunitárias e as estratégias e regulamentos das organizações internacionais.
O programa decorre num total de quatro anos.

Objetivos 

O programa doutoral tem como objetivo dar uma formação sólida nas áreas relacionadas com o risco. O programa estrutura-se em três linhas estratégicas: a) promoção de uma visão crítica, tanto em relação aos conceitos de risco, de vulnerabilidade e de resiliência sociais, como aos instrumentos de avaliação e gestão do risco, tendo em conta as dimensões contextuais dos riscos (dimensão sociológica); b) a possibilidade dos formandos se envolverem na análise de riscos no contexto de diversos programas e planos de desenvolvimento e ordenamento do território, em estudos de avaliação de políticas e em projetos com incidência territorial (dimensão de planeamento); c) análise dos riscos ambientais e das mudanças climáticas, avaliando criticamente as políticas de governação internacionais e nacionais nesta área (dimensão ambiental).
O programa pretende também estabelecer formas de envolvimento das comunidades, das instituições, dos atores e dos cidadãos nas práticas de governação do risco.

Saídas Profissionais 
Carreira docente em Instituições de Ensino Superior Carreira de Investigação Consultoria técnica, estudos, formação, elaboração, acompanhamento e avaliação de projetos, na respetiva área de especialização Exercício de funções em cargos de gestão e executivos em organizações internacionais e nacionais
Provas de Ingresso 
São admitidos como candidatos à inscrição: a) Os titulares do grau de mestre com classificação de Bom ou equivalente legal; b) Os titulares de grau de licenciado, ou equivalente legal, detentores de um currículo escolar ou científico especialmente relevante que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos, bem como os diplomados por universidades estrangeirais com grau e classificação equivalentes, reconhecidos nos termos legais; c) A título excecional, os detentores de um currículo escolar, científico ou profissional que seja reconhecido como atestando capacidade para a realização deste ciclo de estudos pelo conselho científico do IGOT-UL.
Propina 1º ano (indicativo) 
2750.00€
Propinas restantes (indicativo) 
1500.00€

Acesso Internacional

Propina 1º ano (indicativo) 
2750,00€
Propinas restantes (indicativo) 
1500,00€